Episódio

20 02 2011

Pablo Picasso

Eu te falei. Talvez como eu nunca tivesse dito a alguém. Você ouviu e não soube o que responder. Está certo, na sua pele eu também não saberia. E juro que não esperava uma reação diferente. Afinal eu sei e todos sabem: não aconteceu!

Contudo, me desculpe o desabafo, e entenda que este foi o meu jeito de aliviar alguma coisa por aqui, o quê de certa maneira até que funcionou. Por isso e por tantos outros motivos, não faça nada, guarde ou jogue fora, use ou desuse isso…contra ou a seu favor. Para alguns souvenires assim dados de graça, aconselho guardá-los.
Não se preocupe comigo, o que me compõe de certa maneira é mesmo uma grande parcela do improvável. E por isso fiquemos assim, eu dizendo que te amo, e você mais uma vez dedicando, o silêncio que tanto sobra por aí… Tudo bem, eu sei, eles sabem… O tempo dirá se foi, ou se será melhor assim.
Anúncios

Ações

Information

One response

27 02 2011
Caio Nijam

Quanta dignidade cara!
Olha gostei ok?
Vou ler forever; e comentar forever. Tipo: encher forever!
;P

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: